Banda The Cumshots e os ativistas da Fuck for Forest transando no show

Sem Comentários

Se você é daqueles que curtem um rock um pouco mais pesado, então você sabe que é muito comum rolar mosh durante os shows de heavy metal, punk, entre outros subgêneros do rock, seja através de uma simples roda ou em alguns casos até a ‘temida’ wall of death. Mas o que você diria se fosse em mais um show desses e, em cima do próprio palco, um casal de jovens começasse a transar como se fosse só mais uma das atrações de uma banda? Pois acredite, foi isso que aconteceu em 2004 durante mais um show da banda The Cumshots no Quart Festival, um festival norueguês de música popular.

Se você ainda não soube desse caso ou já tinha visto o vídeo mas não teve maiores informações, saiba que obviamente o caso repercutiu mundo afora na época, afinal, não se tratava só de sexo explícito, mas sim de um sexo explícito feito durante um festival e na frente de 5 mil pessoas. Mas será que era só mais uma simples atração da The Cumshots mesmo? Será que eles fazem turnês por aí usando dessa atração para ganhar audiência já que eles não têm uma bateria que fica na vertical ou um mascote? É óbvio que não.

Na realidade os dois jovens pelados são Tommy Hol Ellingsen e Leona Johansson, que para quem não conhece, são os dois fundadores de uma organização ambientalista e erótica (isso mesmo, erótica) sem fins lucrativos chamada de Fuck for Forest, nada menos que a primeira organização eco-porn do mundo que, como você deve imaginar, recolhe fundos para salvar as florestas tropicas de vários cantos do globo através de nada menos que sexo.

Mas como é que funciona isso? Ellingsen e Johansson são também os donos do site fuckforforest, um site de conteúdo pornográfico onde vários ativistas eróticos enviam seus vídeos fazendo sexo em público ou na floreta, e é através destes fundos que então a maior parte dos lucros é enviada para 6 instituições ecofriendly ao redor do mundo, sendo duas delas brasileiras — a reserva indígena dos povos Macuxi e Wapixana na Amazônia e também o Círculo Holístico que ocupa o Sítio Chama, no interior do Rio.

No início, a Fuck for Forest até recebeu ajuda do governo norueguês, no entanto, depois de eventos como este do sexo explícito no palco do Quart Festival, o governo infelizmente deixou de apoiar o grupo e nessa ocasião os dois até foram multados em 10,000 krones noruegueses (cerca de 4 mil reais), pois obviamente essa também é uma grave violação das leis do país cujo processo judicial deve ter se agravado um pouco mais depois que, Ellingsen, durante uma audiência, teria abaixado a calça e mostrado o pau para todo mundo.

Causa nobre? Desculpa para tocar a putaria em público? No fim das contas o que se pode concluir sobre a Fuck for Forest é que não são só um grupo ambientalista um tanto inusitado, mas certamente o mais polêmico.

Os mesmos jovens aprontando hoje:

Entrevista com Ellingsen:

Agregadores

  • À toa na net - Agregador de conteúdo
  • Piadas Idiotas - São idiotas mas o faz rir

Adult Wordpress Themes